A Associação Paraibana da Advocacia Municipalista (Apam) se acosta à Nota de Repúdio emitida pela Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Paraíba (OAB-PB), ao posicionamento do conselheiro substituto do Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE -PB), Renato Sérgio Santiago Melo, que adjetivou os advogados de matreiros durante sessão da primeira câmara da Corte de Contas. A palavra matreiro, segundo o dicionário, significa quem se utiliza de astúcia para obter o que pretende, quem é ardiloso e sorrateiro. Confira a nota na íntegra:

 

Nota de Repúdio

 

A Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Paraíba (OAB-PB), vem de público repudiar a adjetivação negativa proferida pelo conselheiro substituto do Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE -PB), Renato Sérgio Santiago Melo, quando na sessão da primeira câmara da Corte de Contas, ocorrida no último dia 29/11, chamou os advogados de “matreiros”.

 

A OAB-PB repudia veementemente qualquer ato praticado que venha a denegrir a imagem e a conduta da advocacia, esperando que ocorra a devida retratação por parte do referido conselheiro substituto tendo em vista sua conduta afrontosa à dignidade profissional dos advogados.

 

Sendo inquestionável que somente com a valorização da advocacia se garantirá a justiça, jamais o caminho inverso que, tão somente, contribuirá para o perigoso enfraquecimento das instituições democráticas e da própria sociedade.